epá, sim, confesso

fiquei 1h e tal, quase 2, à tua espera. Pronto, inicialmente era só para esperar meia-horita, 1 hora,vá (na loucura). Mas depois cai um telefonema longo, esperei mais meia-hora, não me apeteceu ir às outras bancas (tenho tempo de ir às outras e os pés doíam-me dos saltos),  sentei-me ao pé do teu stand.

Valter, caramba, és o único escritor actualmente que me faz fazer uma coisa destas (os outros já morreram). E tens um stand tão bonito que não sei como não pára tudo a olhar. E tens um stand só com os teus livros, pá! Que pinta!

Pela tua despretensão, o teu à vontade, a tua palavra simpática, obrigada, do fundo. Valeram todos os minutos de espera (mas eu já sabia que iam valer).

Agora vou desembrulhar as prendas todas que trouxe de ti e afagar a tua poesia enquanto não adormeço (e esperar por Setembro para sorver o novo romance).

(e o teu editor? um espectáculo)

gordo e careca? honestly, com uma cabeça dessas, who cares? (gordo e careca? fodasse, que baixa auto-estima)

Senhoras e Senhores: Valter Hugo Mãe, fazeide o favor a vós próprios de o visitar este fim-de-semana na Feira e, quem sabe, levar um livro dele (fiquei a saber que os livros constituem uma tetralogia - sempre os li separadamente e agora tenho mais uma boa razão para os reler todos de seguida).

cá em cima em cima em cima do lado esquerdo se estivermos a ver cá em baixo; do lado direito, se estivermos cá em cima ( 1º stand - edit. objectivo) e é mais fácil que subir aquela cauboiada toda.

Sem comentários: